Pages

Ads 468x60px

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Veja as Seleções que jogam em Fortaleza - CE Na primeira fase da Copa do mundo 2014

URUGUAY

COSTA RICA

GANA

MÉXICO

ALEMANHA


GRÉCIA
COSTA DO MARFIM

BRASIL

                         TABELA DE JOGOS PRIMEIRA FASE ESTÁDIO CASTELÃO FORTALEZA -CE




quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Futebol e emoções: A luta pela permanência e pelo título

     
                                                                                                                      Por Pedro Cidade

Para quem acompanha qualquer torneio ou campeonato de futebol pode sentir que a cada rodada o clube o qual você torce ou simpatiza, pode dentro de uma competição ter um contraste entre os bons e maus momentos, nenhuma equipe entra preparada para descer de divisão e o campeão certamente é aquela equipe que mantem a maior regularidade, essa é a lógica do esporte. a emoção e a razão se encontram na parte de baixo e de cima da tabela de classificação e  cada pontinho ganho e perdido pode despertar a sensação de alivio e desespero de algumas equipes. Fazer a sua parte ou torcer pelo tropeço dos outros? eis a questão , isso é comum no futebol, o melhor é fazer sua parte dentro de campo e o resultado é o compromisso com a história do clube e com sua torcida.

Vou destacar as duas sensações de quem esta no topo da tabela e quem esta na zona de rebaixamento. Começando por quem esta em cima onde tudo funciona, a bola parece mais leve, o gramado parece um tapete, as jogadas e os chutes são concluídos com perfeição e mesmo um passe errado pode arrancar aplausos da torcida, a confiança dos jogadores esta nas alturas e os gols saem com naturalidade, a amizade e a união do grupo não é abalada por nada e o treinador precisa apenas manter sua postura de comandante e sustentar a regularidade e os pés no chão dos seus comandados.

O outro lado da tabela a chamada zona de rebaixamento é o terror principalmente para equipes tradicionais destacando principalmente as que compõem a primeira, segunda e terceira divisão do futebol brasileiro. Ao contrário de quem esta no topo, parece dar  tudo errado, a bola parece  que  esta mais pesada, o gramado parece esta coberto de espinhos e cheio de buracos, as jogadas e os chutes parecem tortos e descalibrados. Um passe errado pode significar o desespero total dos jogadores e torcedores, a confiança dos atletas  esta no chão e os gols não saem com facilidade, a amizade e a união do grupo são abaladas por qualquer motivo. O treinador tem que ser um motivador, um psicólogo e um paizão para os atletas e para isso deve tentar recuperar o moral dos seus comandados, caso contrário ele afunda com seus jogadores para a divisão inferior.

Vou colocar aqui exemplos de grandes equipes que com apoio de seus torcedores superaram a má fase e deram com grande estilo a volta por cima e retornaram para a elite do futebol brasileiro a partir de 1998 até 2012.

Campeões Série b:  Fonte Wikipedia





















domingo, 30 de junho de 2013

Seleção Brasileira volta a brilhar para o mundo na Copa das Confederações 2013

Por Pedro Cidade


Numa competição em que a seleção canarinho enfrentou grandes campeões mundiais como Itália, Uruguai e Espanha e obteve vitórias contra todas elas, a mesma equipe que antes de disputar a competição fez uma excelente partida contra a França e venceu por 3 a 0 vigando a derrota de 1998.  Contra a Espanha todos esperavam uma partida dura, que a Seleção teria que correr atrás do adversário que até então tinha números favoráveis ao seu lado devido as ultimas conquistas de Eurocopa e Copa do Mundo, jogadores de alta qualidade como Iniesta e Xavi, por outro lado uma seleção Brasileira que foi em busca de um brilho que parecia ter desaparecido desde a Copa do Mundo de 2002, Mas se por um lado a Espanha fez história e o que falar de uma seleção Pentacampeã mundial e com três conquistas seguidas de Copa das Confederações que chegou a sua quarta conquista. A Copa das Confederações serviu para mostrar para o mundo que: David Luz, Neymar, Fred, Paulinho e Júlio Cesar entre outros do  elenco estão com vontade de representar esse país e coloca-lo de volta ao topo. Em geral esses são os que  destaco junto do comando de  Luiz Felipe Scolari  que já começa a obter recordes pela Seleção canarinho. E nada melhor que vencer Campeã Mundial e Bicampeã da Europa, a Espanha. Espanha No Maracanã, com a presença de 73 mil pessoas pelo placar de 3 a 0 numa final impecável de Copa das Confederações.

    Sobre o torneio que foi marcado pelas manifestações e por outras  causas que movem o país, tive a oportunidade de acompanhar algumas partidas bem de perto e posso garantir que o povo brasileiro tem seu estilo próprio de participar de grandes eventos, percebi  isso percorrendo aquela distância determinada pela FIFA até o estádio, onde encontrei pessoas de comunidades humildes próximas ao estádio tentando obter um dinheirinho vendendo água, refrigerante, cerveja e lanches, mas de uma forma bem humorada, criativa e típica do povo brasileiro que é tão sofrido e tão feliz, mas que não foge a luta. Dentro dos estádios pessoas animadas com vontade de ver de pertinho talentos do futebol Mundial como Iniesta, Xavi, Buffon, Torres, Pirlo, Neymar e Forlán. Crianças, mulheres e até mesmo torcedores de times rivais como Ceará e Fortaleza, São Paulo e Corinthians, Flamengo e Vasco dividindo a mesma arquibancada e ao mesmo tempo mostrando cartazes pedindo pela paz nas manifestações com cartazes com a frase “sem violência” e ao mesmo tempo exigindo medidas para os governantes mudar um país que precisa de saúde, Educação, Segurança e menos corrupção.  Das arquibancadas pessoas cantando o hino da Seleção Brasileira e apoiando do começo ao fim, milhares de vozes se juntando, enquanto outras milhares nas ruas se manifestavam de forma pacifica com exceção alguns vândalos. O mundo viu as manifestações no Brasil e viu uma Seleção Brasileira mais empenhada em representar o país no campo.




PC NEWS

PC NEWS

PC NEWS

PC NEWS

Que o brilho que o Brasil teve na goleada por 3 a 0 sobre a Espanha No Maracanã, com a presença de 73 mil pessoas, no dia 30.06.2013. Com dois gols de Fred e um de Neymar, se espalhe pelo país e que esse marque mais gols nas ruas contra a corrupção e  marque gols a favor da Saúde, Educação e Segurança.


sexta-feira, 14 de junho de 2013

Trilhas sonoras inesquecíveis que marcaram época em Copas do Mundo.


                                                                                    Por Pedro Cidade


A Copa do mundo tem como marca os gols, lances, craques e grandes partidas, mas não podemos esquecer as músicas, compostas por grandes artistas do país do futebol, inclusive alguns atletas já emprestaram suas vozes para a música brasileira, craques como Junior, Pelé e Zico.

Cantores também emprestaram sua arte para o futebol como Morais Moreira, Fagner, Chico Buarque, Ivete Sangalo, Zeca Pagodinho entre outros craques da música. Futebol combina com música que concorda com comemoração e com o esporte, existem músicas que marcam algum momento da nossa vida e não é diferente em Copas do mundo, onde até vinhetas ficam na memória de quem acompanha a competição e se tornam inesquecíveis. Quem nunca ouviu essa letra: “Voa, canarinho, voa Mostra pra esse povo que és um rei Voa canarinho, voa Mostra na Espanha o que eu já sei”.


E essa “Mais uma vez, vamos torcer E vestir a camisa amarela Aquela, que é tetracampeã Aquela, do nosso coração, Brasil É galera! Tira o pé do chão Brasil, A nossa seleção vai dar as mãos de novo, Balançar a rede, Sacudir o povo, Nosso país com a chuteira no pé e bandeira na mão”.


Essa outra “A taça do mundo é nossa, Com brasileiro não há quem possa, Êh eta esquadrão de ouro, É bom no samba, é bom no couro. O brasileiro lá no estrangeiro, Mostrou o futebol como é que é Ganhou a taça do mundo, Sambando com a bola no pé, Goool!”


Para  os mais antigos “Noventa milhões em ação Pra frente Brasil Do meu coração Todos juntos vamos Pra frente Brasil Salve a Seleção De repente é aquela corrente pra frente, Parece que todo o Brasil deu a mão, Todos ligados na mesma emoção, Tudo é um só coração”!


Entre as trilhas estão a conhecida da Rede Globo: “Na torcida são milhões de treinadores Cada um já escalou a seleção O verde e o amarelo são as cores Que a gente vibra no coração A galera vibra, canta, se agita E unida grita: é "tetra campeão"! (penta, hexa, hepta...) O toque de bola É nossa escola Nossa maior tradição”. 


E o amarelinho mascote da Copa do mundo no SBT cantando “leleô, leleô leleô leleô, Brasil!”.



terça-feira, 4 de junho de 2013

Goleadas da Seleção brasileira sobre Campeões mundiais: Brasil X Itália

Por Pedro Cidade

A Seleção brasileira de futebol já realizou boas exibições contra equipes que já conquistaram a Copa do mundo e que são consideradas tradicionais e de alto nível futebolístico, como por exemplo: Alemanha, Argentina, Itália, Inglaterra, Uruguai, França e Espanha.

Agora o blog destaca um confronto que é considerado equilibrado, um clássico do futebol mundial, que já foi decisão de Copa do mundo por duas vezes , Brasil X Itália que é considerado um confronto com poucos e muito gols, mas  sempre é uma partida  bem disputada.

Brasil e Itália são equipes que somam nove títulos mundiais juntas, se por um lado, a Seleção brasileira já teve do seu lado craques como Ronaldo, Pelé, Zico, Romário entre outros, a Seleção Italiana já teve craques como Alessandro Del Piero, Roberto Baggio, Marco Materazzi e Francesco Totti.


A Seleção Canarinho já enfrentou a Itália por 15 vezes e marcou 11 gols contra a Azurra e sofreu 10 gols. Venceu sete partidas e foi derrotado por cinco vezes, empatou três vezes.  O número de gols assinalados pelas duas equipes são 21 gols no total.

Um jogo que ficou guardado na memória tanto dos Italianos como dos Brasileiros foi a final da Copa do Mundo de 1994 que Roberto Baggio desperdiçou um pênalti que deu a Seleção Brasileira o Tetracampeonato Mundial.




Mas aqui destaco também  as goleadas aplicadas sobre a Azurra como foi os 3 a 0 na Copa das Confederações de 2009 pela fase de grupos quando Luís Fabiano marcou dois gols e Andrea Dossena marcou contra.   



Outra goleada foi pela Final da Copa do mundo de 1970 no México, quando o Brasil aplicou 4 a 1 na Itália , os gols da partida foram marcados por Carlos Alberto, Clodoaldo, Gerson e Pelé, uma grande Seleção que inclusive conquistou o Tri Campeonato mundial. No ano de 1976, A Seleção brasileira venceu novamente a Itália pelo placar de 4 a 1 pelo Torneo del Bicentanario 1976 


No ano de 1976, A Seleção brasileira venceu novamente a Itália pelo placar de 4 a 1 pelo Torneo del Bicentanario. que foi  um torneio de futebol organizado em 1976 pela Federação de Futebol dos EUA por ocasião das comemorações do 200 º aniversário da Constituição do Estados Unidos da América .


Em breve o blog vai trazer outras goleadas da Seleção Brasileira sobre outras Seleções que já conquistaram o mundo assim como a Itália.  Acompanhe abaixo todos os confrontos entre Brasil e Itália.





domingo, 2 de junho de 2013

Grande Campanha do Ceará em Copa do Brasil ( Homenagem pelos 99 anos de história)

                                                     Por Pedro Cidade
                                               




       
Como homenagem  pelos 99 anos de história  do Alvinegro relembre  a  histórica campanha de 1994 quando o Ceará Sporting Club formou uma equipe competitiva e eficiente principalmente jogando no estádio do Castelão, o alvinegro conseguia envolver e vencer equipes como Palmeiras e Internacional de Porto Alegre. Na primeira fase da competição o alvinegro cearense enfrentou no Estádio Castelão em Fortaleza a  equipe do Campinense da Paraíba e venceu pelo placar de 2 a 0 com gols de Ney e Ronaldo.  O Vovô voltou a enfrentar a equipe paraibana no estádio Amigão, mas dessa vez foi derrotado pelo placar de 2 a 1 com gols de Edílson e Douglas pelo Campinense e Catatau descontou pelo Ceará.   

De acordo com o regulamento da competição o gol fora de casa classificaria o alvinegro cearense para a segunda fase da competição. 



Pelas oitavas de final da competição o Ceará teria pela frente a equipe do Palmeiras que era comandada pelo experiente treinador Wanderley  Luxemburgo e contava com jogadores como Evair, Edílson e Roberto Carlos. Ceará e Palmeiras empataram pelo placar de 0 a 0, no Castelão.  

O alvinegro cearense viajou para São Paulo e jogando no estádio Palestra Itália empatou pelo placar de 1 a 1. Os gols foram marcados por Evair, para o Palmeiras, e Jaime, para o Ceará. O regulamento da competição  classificou o Vovô para as quartas de final, pelo critério do gol fora de casa. 
video
Já pelas quartas de final da competição e o  alvinegro cearense teria outro forte adversário pela frente a equipe do Internacional de Porto Alegre. O Ceará venceu o Internacional por 1 a 0, no Castelão. O gol da vitória do alvinegro foi de Gerônimo.  Em Porto Alegre a vitória foi do colorado. Os gols foram marcados por Mazinho Loyola e Paulinho McLaren, para o Internacional, e por Gerônimo, para o Ceará. Mastrillo e Vitor Hugo (Ceará) foram expulsos e deixaram o time em inferioridade numérica. 
video

 O  Ceará se classificou para a fase semifinal da competição, passou pela equipe do Linhares EC, vencendo a partida no Estádio Engenheiro Araripe pelo placar de 1 a 0 com gol do atacante Sergio Alves.  


O Ceará chega à final da Copa do Brasil, mas empata de 0 a 0 no estádio do Castelão e perde por 1 a 0 no Estádio Olímpico com gol de Nildo pelo Grêmio.  O vice-campeonato alvinegro foi a melhor campanha de uma equipe cearense na competição.





sábado, 1 de junho de 2013

Os Grandes Campeões da Copa das Confederações I

                                                   Por Pedro Cidade

Você sabe quem são as seleções que já conquistaram esse torneio que reúne a seleções campeãs de cada confederação? Aqui irão ser destacadas as estatísticas de cada uma e a história de cada titulo conquistado por elas.  Destacando que os maiores vencedores do torneio são Brasil e França, a Seleção brasileira venceu 3 vezes o torneio, Já a Seleção francesa na sua ótima fase quando contava com Zidane e Henry  em forma venceu por 2 vezes a competição,  a seleção Argentina  já levantou  a taça da Copa das Confederações uma vez,  assim como a Dinamarca e  a Seleção Mexicana.  Pode se observar através dos números que a CONMEBOL é a Confederação que possui maior número de títulos sendo três do Brasil e um da Argentina, sendo seguida pela UEFA que possui dois títulos da França e um da Dinamarca e a CONCACAF com a Seleção mexicana conquistou apenas um titulo. 

A primeira Seleção que conquistou o torneio foi a Seleção da Argentina no ano de 1992, quando a competição contava apenas com quarto equipes, Arábia Saudita, Estados Unidos, Costa do Marfim e Argentina.   Os Argentinos viviam uma ótima fase após ter conquistado a Copa América de 1991 obteve participação garantida na Copa das Confederações, a equipe precisava de um titulo após a derrota para a Seleção da Alemanha na final Copa do mundo de 1990 e além da Copa América, ganhou a Copa das Confederações.  A equipe contava com grandes nomes como Gabriel Batistuta, Diego Simeone e Claudio Cannigia. O artilheiro da equipe foi Batistuta com dois gols, a Seleção Argentina  não teve muitas dificuldades para vencer a Seleção da Costa do Marfim por 4 a 0 e nem para vencer a Arábia Saudita por 3 a 1 na final.


               

 A Dinamarca foi a segunda equipe e vencer a Copa das Confederações mesmo alternando bons e maus resultados até chegar a competição, a equipe que foi parcialmente eliminada da Eurocopa de 1992, ficando em segundo lugar no grupo, perdendo a vaga para a Iugoslávia, No entanto, devido às sanções internacionais decorrentes da guerra na Iugoslávia, a Dinamarca se classificou, mesmo ficando em segundo lugar no seu grupo de qualificação.  A boa fase do goleiro o Peter Schmeichel e do atacante Brian Laudrup.  A equipe conseguiu fazer história na Eurocopa, passou por fortíssimas seleções como França, Inglaterra e Suécia. Derrotou  a Seleção Holandesa que havia sido campeã Europeia na edição anterior do torneio e venceu por 2 a 0 a Alemanha na final.  Passando por essa fase a equipe não obteve resultados positivos nas eliminatórias para Copa do Mundo de 1993 e acabou ficando fora da Copa do Mundo de 1994, no entanto em 1995 a equipe voltou a surpreender e conquistou a Copa das confederações ao vencer a atual campeã do torneio Argentina por 2 a 0 na final. Em breve serão apresentados os outros grandes campeões.







segunda-feira, 27 de maio de 2013

A decisão de um jogador de futebol e a pressão da mídia

Por Pedro Cidade


O futebol brasileiro mesmo não passando por uma boa fase, devido à falta de estrutura e profissionalismo de dirigentes e até mesmo por não possui recursos que são oferecidos no futebol Europeu, continua revelando jogadores e importando para a Europa, o que já aconteceu com Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo, Kaká, Romário entre outros atletas que se destacaram no Brasil.

Jogadores que no começo de carreira não tem apoio de ninguém, nem da imprensa, nem de torcedores, nem de comentaristas, às vezes da família, pois é, mas por que quando um atleta está fazendo sucesso  e chama atenção de grandes equipes como Barcelona, Real Madrid, Manchester United, Chelsea entre outras equipes que possuem grandes receitas, alguém quer influenciar ou decidir o futuro do atleta? E todos os dias perseguir, pressionar, vigiar e até mesmo fazer plantões na porta da casa do jogador, nas festas que ele frequenta, nos treinos e saber qual será o destino dele? Quando este ainda esta em processo de negociação e tem todo o direito de escolher o clube que bem entender e o que for melhor financeiramente para ele, será que a imprensa paga as contas dele? Será que ele pode trocar a recompensa do seu esforço do começo de carreira, pelo simples fato de vestir a camisa de um clube de futebol a vida inteira e o clube um dia pode até virar as costas para ele?

Vocês torcedores, comentaristas, palpiteiros de plantão, recebendo uma proposta para ganhar melhor, de forma honesta e através do trabalho, recusariam uma oportunidade pelo fato de amar a empresa que trabalha?  

Pense da seguinte maneira uma empresa não tem sentimentos e vive de lucros e de rendimentos, no dia que você não estiver bem pode ser mandado embora. Não querem saber o quanto seu inicio foi fácil ou difícil querem saber se rende. 

Então se o atleta esta bem e recebe uma proposta por  que achar que ele é vilão ou herói ele é apenas alguém que busca suas conquistas e tem direito de aproveitar.  

Aqui quero citar a pressão que foi feita por parte da mídia em cima do jogador Neymar que não é nenhum Pelé, mas também não é nenhum Lelé. Não acho que ele vale o que joga, mas se uma equipe esta disposta a pagar bem e  ele aceita então o que posso desejar é uma boa sorte para ele e quem sabe ele na Europa possa desenvolver seu futebol e queimar minha língua.


sexta-feira, 24 de maio de 2013

Seleção Mexicana: Uma Juventude dourada

                                                                   Por  Pedro Cidade


O México é uma equipe acostumada com participações em Copas do Mundo e Copas das Confederações. De 1994 até agora a equipe  participou de 14 copas do mundo,  ainda tem no currículo a conquista de seis Copas Ouro COMCACAF (1993, 1996, 1998, 2003, 2009,2011), Copa das Confederações de 1999, quando venceu por 4 a 3 a Seleção Brasileira na final.

Não  esquecendo que a equipe se destaca nas categorias de base, tendo vencido às olimpíadas de 2012 e quatro  jogos Pan-americanos  (1967,1975,1999,2011).  

A base da equipe na Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014 é formada por atletas que conquistaram ouro nos jogos olímpicos de Londres. Uma juventude que faz história e deixa o torcedor mexicano com esperanças na busca pelo titulo inédito que é de campeão mundial no Brasil.

Para isso conta com nove jogadores que disputaram a final contra a Seleção Brasileira nas olimpíadas de Londres em 2012 quando equipe venceu a Seleção canarinho pelo placar de 2 a 1 no Estádio de Wembley. São eles: Jesús Corona - Cruz Azul (Goleiro), Carlos Salcido – Tigres (Zagueiro), Hiram Mier – Monterrey (Zagueiro), Gerardo Torrado - Cruz Azul ( Meia) , Héctor Herrera – Pachuca ( Meia), Javier Aquino -  Villarreal ( Meia), Raúl Jiménez ( Atacante) América,  Giovani Dos Santos  - Mallorca ( Atacante) , Oribe Peralta- Santos Laguna  ( Atacante)

O ultimo da lista é Oribe Peralta do (Santos Laguna), o atleta foi responsável pelos dois gols na vitória de 2 a 1, sobre a Seleção Brasileira na grande final das Olimpíadas, sendo o grande nome da partida.  Outro jogador que é destaque na equipe é Giovani dos Santos que foi revelado pelo Barcelona, onde permaneceu até junho de 2008, quando se transferiu para o Tottenham Hotspur, da Inglaterra, em 2012, acertou sua ida para o Mallorca, da Espanha, assinando um contrato válido por quatro temporadas.

Em cinco jogos disputados, o jogador marcou três gols pela equipe mexicana, se igualando a Neymar. Mesmo fora da grande final, o atacante foi um dos nomes mais importantes da equipe nas olimpíadas, junto com Oribe Peralta

Apresentada essa equipe mexicana que é ouro, é aguardar o futuro dessa equipe nas próximas competições.






quinta-feira, 23 de maio de 2013

Seleção Japonesa: A evolução da força do futebol asiático

Por Pedro Cidade


A copa das confederações se aproxima e conta com a participação da Seleção Japonesa, que não pode ser considerada uma equipe fácil de ser vencida, pois desde 1998 quando estreou em uma Copa do mundo, O Japão marcou presença em competições internacionais.  A Seleção  evoluiu principalmente por buscar conhecimentos futebolísticos em outros países como no Brasil, quando aderiu à técnica brasileira através do Zico que foi uma referência para o futebol japonês. 

A Equipe japonesa é considerada uma das seleções asiáticas mais bem sucedidas dos últimos tempos. Tendo conquistado o Tetracampeonato Asiático, vencendo as Copas da Ásia de (1992, 2000, 2004,2011). O futebol japonês foi responsável por apresentar ao mundo, o talento do jogador Nakata, Com o Japão, o jogador atuou em três Copas do Mundo: a de 1998, 2002 e em 2006, sendo essa a sua última. Foram 77 jogos e 11 gols marcados em nove anos de seleção. Nakata encerrou a carreira após a eliminação do Japão na Copa do Mundo de 2006. Com o sucesso o jogador teve oportunidade de defender o Perugia da Itália, Roma e Fiorentina. O craque fez história no futebol italiano.

E o Futebol japonês não ficou só nisso, já que atualmente importou muitos jogadores para outros países como é o caso de  Shinji Kagawa  ( Meio - campo) de 24 anos  que defende a equipe do Manchester United, Yuto Nagatomo (lateral) de  26 anos  que defende a equipe  do Inter de Milão, Keisuke Honda  ( Meio Campo) de  26 anos  do  CSKA Moscovo da Rússia, Hiroshi Kiyotake ( Meio Campo)  de 23 anos do  Nurnnberg FC da Alemanha,  Shinji Okazaki ( Atacante) de 27 anos que defende o Vfb Stuttgart da Alemanha, Atsuto Uchida (Lateral)  de  25 anos que defende a equipe do Schalke da Alemanha. Maya Yoshida  ( Zagueiro)  de 24 anos que defende o Southampton FC da Inglaterra , Eiji Kawashima  ( Goleiro) de 30 anos  que defende o Standard de Liege da Bélgica,  Makoto Hasebe  ( Meio Campo)  de 29 anos  da equipe do Vfl Wolsburg da Alemanha.

São nove jogadores que se destacam em suas respectivas equipes em outros países que podem muito bem servir a Seleção Japonesa na Copa das Confederações e Copa do Mundo, algo quase inédito para um futebol que para  alguns era considerado tecnicamente fraco e perder para o Japão antigamente seria considerada uma zebra.

Algo também que o Japão merece respeito é em relação a sua organização exemplar especialmente de eventos futebolísticos como foi a Copa do Mundo de 2002 e os inúmeros mundiais interclubes, Copa do mundo de equipes, já realizados no país que é bastante acolhedor. É esperar e ver até onde esse país vai chegar no  cenário do futebol moderno. 

sábado, 4 de maio de 2013

Seleção Espanhola: Um conjunto que faz a diferença

Por Pedro Cidade



A Seleção Espanhola que tem uma base formada por jogadores do Barcelona é uma das favoritas ao titulo da Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014, a equipe conta com um meio campo eficiente e criativo com Xavi e Iniesta, Além de ser bastante entrosada, a equipe tem conseguido bons resultados dentro de campo, conquistou de forma inédita a Copa do Mundo de 2010, derrotando Seleções como Portugal, Alemanha e Holanda, ainda conquistou as Eurocopas de 2008 e 2012, nesta última inclusive aplicando uma goleada por 4 x 0 na Itália na decisão.

Lembrando que Iniesta e Xavi em 2010 ganharam prêmios da FIFA de bola de prata e bola de bronze, em 2011 quem voltou a receber prêmio, mas dessa vez de bola de bronze foi o jogador Xavi.   


A equipe Espanhola ensinou uma nova forma de jogar, que valoriza bastante o toque de bola e o jogo em equipe, enquanto a Fúria toca a bola, seus jogadores são capazes de sair da marcação dos seus adversários e ficar na cara do gol. Para utilizar essa técnica a equipe necessita de jogadores que se conhecem, que há muito tempo jogam juntos e que saibam se posicionar e a Espanha  preenche  todos esses  requisitos.


Não podemos falar da Seleção Espanhola e esquecer o Barcelona que é quem abastece a equipe, A Fúria é praticamente toda a equipe do Barça, sem o Argentino Messi.


 Por falar na equipe Catalã, essa pode ser chamada de vencedora já que  ganhou de  2008 até 2011 nada menos que duas Ligas dos Campeões da UEFA e dois mundiais de Clubes.


Em 2012 a equipe se acomodou e no dia 27 de abril, após a eliminação na semifinal da UEFA Champions League contra o Chelsea e a perda do Campeonato Espanhol para o Real Madrid,  o treinador  Pepe Guardiola anunciou que deixaria o Barcelona após 4 anos no cargo de muitas conquistas, ele porém ainda pôde conquistar um título a mais com o Barcelona,a Copa do Rei da Espanha, seu último título com o Barça após esse longo período de glórias com o clube.


Para substituir Guardiola, a directoria do Barcelona confirmou que colocará Tito Vilanova, ex-assistente técnico de Guardiola como novo treinador do clube, sendo esperado que ele mantenha a era de sucesso de Guardiola.


A Seleção Espanhola já não sofre com mudanças de treinador, já que desde 2008 é comandada  por Vicente del Bosque González que Foi campeão da Copa do Mundo de 2010, disputada na África do Sul, sendo o primeiro mundial vencido pela Espanha e venceu a Eurocopa de 2012.


A Espanha aguarda sua estreia contra o Uruguai  no  dia  16 de junho,  às 19 horas  na  Arena Pernambuco, em Recife, já valendo pela Copa das Confederações, será que a fúria leva? É esperar para ver.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Seleção Brasileira para no tempo e Seleção Alemã utiliza o tempo ao seu favor

   Por Pedro Cidade


A Copa das Confederações e a Copa do mundo no Brasil se aproximam e o que se espera é uma Seleção brasileira valente, aguerrida e que jogue com música, que arranque do povo brasileiro aplausos, esses que o torcedor brasileiro já não lembra mais, a ultima conquista ocorreu exatamente no dia 30 de junho de 2002 no Estádio Internacional de Yokohama contra a Alemanha.

O treinador naquela ocasião era Luiz Felipe Scolari que tinha em suas mãos uma equipe desacreditada e para completar o teimoso resolveu não convocar o atacante Romário que defendia o Vasco da Gama e estava em ótima fase, o que gerou protestos da torcida brasileira.

Os tempos são outros o Brasil não incorporou o espirito de luta de uma equipe vencedora, os jogadores parecem estar mais preocupados com seus clubes que com a Seleção ou quem sabe Felipão  parou no tempo e ainda é viúvo daquela equipe que conquistou pentacampeonato há 11 anos atrás.

Quem parece ter tirado proveito do tempo foi a Seleção da Alemanha que era anfitriã da copa de 2006, resolveu renovar e disputou a competição com uma equipe muito jovem, Apesar de ter sido a vice-campeã na Copa de 2002 e jogar em casa, a Seleção Alemã não era favorita. Uma pesquisa publicada em 16 de Março de 2006 apontava que somente 3% do povo alemão acreditava na vitória. Para essas baixas expectativas germânicas, contou a derrota contra a seleção da Itália por 4x1 no dia 1 de Março 2006, num amistoso preparatório para o torneio.

O pessimismo da população refletia-se nos próprios jogadores alemães. O capitão e principal jogador da seleção, Michael Ballack, deu uma entrevista ao seminário esportivo alemão "Sport-Bild" no dia 9 de Maio afirmando que a equipe era jovem e inexperiente, e que não seria uma surpresa se fosse eliminada logo na primeira fase. A equipe superou todas as expectativas dos torcedores e conseguiu a terceira colocação daquela competição e  ainda contou com o  artilheiro da competição Miroslav Klose com 5 gols.  

No ano de 2010 na Copa da África resolveu manter a base da equipe que disputou a Copa em 2006 e conquistou novamente a terceira colocação.  Alguém pode falar que a Alemanha nas duas ultimas copas não passou da terceira colocação e questionar o exemplo, mas não pode negar o crescimento do futebol Alemão nos últimos tempos. 

Inclusive jogadores que eram daquela base são estrelas em seus clubes  Mesut Özil, um dos melhores jogadores do Mundo e muito criativo e habilidoso; Mario Götze, um dos jogadores mais criativos, habilidoso e genial dessa nova geração do futebol mundial, Thomas Müller, artilheiro da Copa do Mundo FIFA de 2010 e eleito a revelação do ano de 2010, Lukas Podolski eleito Melhor Jogador Jovem da Copa do Mundo de 2006, Podolski é conhecido por seu forte chute com a perna esquerda, e pela sua grande técnica e Bastian Schweinsteiger. Atualmente a equipe é treinada por Joachim Löw .

O crescimento do futebol Alemão refletiu nos clubes Borussia Dortmund  e Bayern de Munique  que conseguiram superar as poderosas equipes do Barcelona e Real Madrid que são a base da Seleção Espanhola e chegaram na decisão da UEFA Champions League.

Que o futebol alemão cresceu é inquestionável, agora é esperar que a Seleção brasileira e o futebol brasileiro sigam esse exemplo.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Jornalismo: O mercado esportivo e suas oportunidades


 Por Pedro Cidade


Uma noção sobre esportes para profissionais de comunicação pode ser muito útil durante competições esportivas futuras e pode gerar diversas possibilidades e oportunidades.

A procura por esses comunicadores deve crescer durante a Copa do mundo de 2014 e pode se estender até as olimpíadas 2016.


Quem são esses profissionais? E quais são as principais exigências dos veículos de comunicação?  No mínimo alguém que seja jornalista, que tenha conhecimentos sobre a história do futebol, que saiba trabalhar em rádio, televisão, portais, blogs e que cultive bons relacionamentos no meio esportivo, que tenha uma boa oratória e conhecimento de outros idiomas.


Para quem acompanha canais esportivos fechados, pode observar que os profissionais da comunicação esportiva, que antes teriam que recorrer a opiniões de ex-jogadores e treinadores, tem toda uma base e uma melhor qualificação que antigamente.


A facilidade e o melhor entendimento sobre o assunto se deve ao número de possibilidades de se encontrar uma informação sobre os clubes, jogadores, histórias do futebol, estatísticas, seleções, copa do mundo e etc.




Vale ressaltar que alguns veículos ainda apostam em ex-jogadores para comentar partidas e trabalhar em transmissões esportivas é uma opção, que é aceita por pessoas, que acreditam que estes pela experiência dentro de campo, tem um melhor conhecimento prático.


Outras pessoas acreditam que estes estão tomando o espaço dos profissionais de comunicação, que podem não ter a parte prática do campo, mas possuem a parte teórica do assunto e prática no microfone.


O que foi descoberto é que alguns ex-jogadores estão querendo mudar essa visão e estão procurando cursos ligados à área de comunicação para assim dominar a prática e a teoria.


Um exemplo disso é Caio Ribeiro (comentarista do Sportv e Rede Globo) como jogador ele fez história no São Paulo, onde foi  bicampeão da Libertadora da América e do Mundial Interclubes, conquistou ainda títulos pelo Santos e Flamengo.





Em 2007, dois anos após sua aposentadoria dos gramados, o ex-jogador decidiu-se por fazer um curso de especialização em Gestão no Esporte. Paralelamente a isto, passou a trabalhar também como comentarista esportivo na Rádio Globo e no Sportv, canal que também pertence às Organizações Globo.


Em 2008, com o destaque no Sportv, foi promovido e passou a ser comentarista também nas transmissões de futebol da Rede Globo e até hoje trabalha na emissora.



Para quem quer trabalhar em competições esportivas, leia, estude, acompanhe e tenha foco que as oportunidades irão aparecer.

domingo, 24 de março de 2013

Copa do Mundo: Suas vantagens econômicas e oportunidades

                                                                                                   Por Pedro Cidade

Para uma cidade que pretende obter um crescimento econômico satisfatório, nada melhor que uma competição que envolve países de todos os continentes, é uma grande oportunidade para empresas e microempresas investirem ainda mais em qualificação, contratações de profissionais na área de hotelaria, lazer, esporte, construção civil, comunicação e marketing, entre outras, que podem  beneficiar  muita gente e ajudar  até  a ganhar um dinheirinho extra com o evento.  
    
     >  Para quem é empresário de bares, restaurantes e barracas de praia




Quem é dono de bar, restaurante e barracas de praia, por exemplo, pode buscar criatividade no cardápio, por exemplo, mostrar para o turista o que há de melhor na cozinha local, investir em comidas regionais e no marketing, outra dica é facilitar a comunicação através de menus com fotos e utilização de palavras em outros idiomas.

>  Para quem é empresário de hotéis e pousadas 


Para quem é empresário de hotéis e de pousadas deve investir na comunicação dos funcionários com clientes, esses que no mínimo devem saber falar um ou mais idiomas, além de dominar muito bem o português e estarem bem atualizados em suas qualificações.

Assim como os bares e restaurantes, os hotéis e pousadas também  podem apostar na criatividade, sem perder o luxo e o conforto do local, através de artesanatos, quadros e uma decoração que possa se destacar e chamar atenção, tornando o lugar  ainda mais atraente para visitantes e turistas, quem sabe esse visitante não bate muitas fotos, mostra para outras pessoas do seu país e transforma esse investimento em atração turística, você com um pouco de ousadia, pode obter um grande negócio.
      
       >  Para quem é empresário na área de esportes, saúde e lazer

As áreas de esporte, lazer e saúde também são alternativas para investidores, imagine uma academia com todos os equipamentos, com todo o suporte e a  estrutura necessária para receber estrangeiros e o público local. 

Para quem investe em profissionais qualificados e preparados, para trabalhar com turistas que irão acompanhar  partidas de suas respectivas seleções, pode se considerar diferenciado e com pontos positivos na frente de outras empresas.

Já que dando uma oportunidade e apoio para  turistas  de manter a boa forma durante este período que estão na cidade, pode gerar excelentes resultados.

As lojas que vendem suplementos que são nutrientes necessários para quem quer manter uma alimentação saudável, para quem esta  cobrindo  o evento,  para quem vem de fora e não quer descuidar da saúde. As vendas desses produtos podem aumentar nesse período.  

Os profissionais da área de saúde, através de clinicas com estrutura de educação alimentar e física, podem orientar esses estrangeiros que passam férias ou visitam a cidade, é uma grande oportunidade para nutricionistas, médicos esportivos, fisioterapeutas durante este período de copa do mundo. 

       >  Para quem é da área de construção civil

Já na área de engenharia e arquitetura, construtoras adequam cada vez mais seus projetos ao público estrangeiro que além do conforto, querem contar com o lazer e um bom lugar para usufruir de comodidade durante o período de copa do mundo e de férias. 

Por isso, os  profissionais desse ramo são cada vez mais procurados por construtoras e firmas, que investem em condomínios, apartamentos, shoppings, hotéis, centro de treinamentos, estádios e etc.

  > Para quem é da área de comunicação   

Para área de comunicação, através do marketing, jornalismo e publicidade as oportunidades aparecem por meio de propagandas e com a divulgação de todos os meios que possam envolver a copa do mundo, que  podem atravessar fronteiras que vão além da simples  cobertura do evento e dos seus bastidores.

O marketing é a marca registrada da competição que conta com  apoio da FIFA e dos seus patrocinadores como principais fontes de divulgação, de geração de renda e empregos para o país envolvido no evento.