Pages

Ads 468x60px

domingo, 10 de março de 2013

Especial Copa do Mundo 2014: O mascote da Copa no Brasil está ameaçado de extinção



Seja na criação de um time ou de uma competição além de escolher o nome e as cores, o que não pode ficar de fora é a escolha de um mascote, que pode ser um animal, um mosqueteiro, um saci, um vovô, um garoto, um índio entre outros, dependo da criatividade cada um.

Já em competições como a Copa do mundo a escolha é feita de acordo com as espécies de animais do país que será sede do evento, como exemplo no Brasil foi escolhido o tatu-bola-da-caatinga que foi anunciado em 16 de setembro de 2012 como mascote da copa do mundo de 2014.

Para você que não conhece o animalzinho que deve aparecer muito durante a Copa do mundo no Brasil . O Tatu-bola é o nome dado para as espécies de tatu do gênero Tolypeutes, Tolypeutes tricinctus e Tolypeutes matacus que são chamadas de tatu-bola-da-caatinga e mataco.


Essas espécies são também conhecidas em algumas regiões como tatuapara, apara e apar e são encontrados no Brasil, Paraguai, Bolívia e Argentina, sendo que a T. tricinctus é própria do Brasil.



As espécies de tatu do gênero Tolypeutes possuem cerca de 30 cm de comprimento, têm coloração marrom anegrada e, geralmente, três cintas móveis. São os únicos tatus capazes de se enrolar completamente dentro da carapaça, assumindo o formato de bola.

De acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), (http://www.iucn.org/)  enquanto o tatu-bola-da-caatinga é uma espécie ameaçada, com estado de conservação vulnerável, o mataco tem um menor risco de ser extinto, com estado de conservação quase-vulnerável

É uma pena saber que essa espécie está quase em extinção por causa do homem e caso continuem eliminando essa espécie após a Copa do mundo somente o mascote vai existir.
Caso você conheça ou saiba de alguém que esteja matando, vendendo ou consumindo esse animal denuncie para as autoridades responsáveis:  (http://www.ibama.gov.br/)  ou pela Central de atendimento: Central de Atendimento : (61)3316-1677

2 comentários:

Unknown disse...

Pedrinho, vc é o cara... Continue assim e ninguém lhe segura.... Parabéns pela coragem...

Danielle Meniche disse...

Oi Pedro, adorei o blog e acho que acompanharei mais pelo Facebook, mas estamos aí! Abraços e uma ótima semana.