Pages

Ads 468x60px

segunda-feira, 18 de março de 2013

Jornalismo: Uma carreira e uma escolha


                                                                                     Por: Pedro Cidade

A vida coloca sempre questões que devem ser respondidas a longo e a curto prazo, são decisões que nos tornam responsáveis por nossas próprias atitudes, no momento que somos capazes de distinguir o que é certo, do que é errado, o melhor, do pior estamos aptos a fazer escolhas, que devem ser acompanhadas pela motivação e pela busca dos nossos objetivos.

Quando escolhemos uma carreira estamos tomando uma decisão importante na nossa vida, barreiras podem aparecer, dificuldades, criticas, falta de oportunidades, mas  o que fazer nessa situação?  Para início o melhor é manter o foco nos seus objetivos como profissional, nunca deixar de praticar aquilo que você gosta de fazer, ter paciência, procurar sempre fazer boas leituras, buscar atividades físicas, procure qualificação profissional, se afaste de pessoas negativas e busque o que é positivo para você.

Outro passo importante é não escolher nada por influência de terceiros, afinal ninguém se conhece e sabe melhor  sobre suas qualidades e  seu talento que a própria pessoa.

Não escolher uma profissão pensando em quanto você vai ganhar claro que o dinheiro é fundamental, quase tudo se resolve através dele, mas o que adianta ser um profissional frustrado e não contribuir com a sociedade da maneira correta.

Pois o que adianta escolher algo que você não se identifica, será que o mercado de trabalho absorve essas pessoas? Carreiras levadas só pela questão financeira podem até prejudicar a sociedade.

Dedicação é o que não pode faltar, pode não dar certo na primeira, na segunda e nem terceira, mas se é o que você realmente quer para sua vida, invista, persista e não desista.
Destaco que em qualquer profissão você pode ser feliz, imagina você fazer o que gosta e ainda receber pelo que faz.

Jornalismo, por exemplo, é uma área que esta ligada diretamente a sociedade, o que seria as pessoas sem informação, sem alguém para cobrar os direitos do povo, sem mostrar a realidade dos fatos, mas também sem mostrar a natureza, sem mostrar as mais belas paisagens, sem mostrar eventos históricos, sem mostrar personagens simples, mas que se tornam verdadeiros heróis.

Que mostra diferentes culturas e desigualdades sociais que podem ser reduzidas através de algo tão valioso como o caráter e a dignidade.

Assim como todas que as outras profissões que podem ser consideradas das mais simples mais tem sua parcela e sua importante contribuição para todos. 

1 comentários:

ygor sthefan disse...

Tenho dois amigos jornalistas. São pessoas Brilhantes.