Pages

Ads 468x60px

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Jogadores folclóricos e superstições

                                                                                   Por Pedro Cidade
               
O futebol brasileiro é repleto de ingredientes que o tornam cada vez mais cheio de curiosidades e histórias que acabam chamando a atenção do público, como por exemplo, algumas superstições e até estilos dos atletas.

O blog vai destacar esses profissionais que são lendas do futebol ,como por exemplo, o atacante maranhense Alysson que é mais conhecido como Sacolé, que já começa a ser polêmico por causa do seu apelido, mas não fica só nisso, o jogador que atuou no futebol maranhense, no Ferroviário Atlético Clube, jogou também no futebol coreano e no Uniclinic.

Não se destacou somente pelos gols e pelos dribles, mas sim pelas suas comemorações ao marcar gols, o atleta, em uma das suas comemorações se fingia de morto e acendia uma vela, segundo ele dava sorte e o mais surpreendente ainda a por vir, o jogador utilizava a calcinha da sua namorada que servia como uma espécie  de  amuleto da sorte.



Parece que não era só Sacolé que utilizava dessa tática em campo, já que segundo a imprensa inglesa David Beckham que defendeu a seleção da Inglaterra, Real Madrid e Manchester United, também aderia à moda e jogava com a calcinha da sua esposa a ex-Spice Girl Victoria Beckham.


No futebol Cearense encontramos outro personagem, trata-se do jogador Edilson Cardoso Soares, mais conhecido como Dema, que vestiu e conquistou títulos pelo Ceará Remo e Paysandu. O Jogador que chama atenção pelos seus cabelos esvoaçantes, pela sua vitalidade e preparo físico, aos 45 anos ainda defende a equipe do Itapipoca, clube do interior do Ceará.  Alguns cronistas esportivos e torcedores comparam o jogador ao Sansão que de acordo com a bíblia hebraica tinha como fonte de energia os seus cabelos.


Voltando para Europa encontramos outro supersticioso jogador trata-se de Rüştü Reçber goleiro do futebol turco. Que Jogou no Mundial de 2002 como titular da seleção Turca e foi considerado o segundo melhor Guarda Redes, ficando atrás do mitico Oliver Kahn.  Ficou conhecido por pintar o rosto antes das partidas pela copa do mundo de 2002.

Por falar em goleiro não podemos esquecer o Petr Čech do Chelsea que sofreu de uma grave lesão na cabeça após colisão com o jogador Stephen Hunt do Reading em 14 de outubro de 2006 em partida válida pela Premier League.


Após ser atingido pelo joelho do adversário, Čech sofreu afundamento da parte do crânio necessitando submeter-se a uma cirurgia de emergência. Retornou aos campos em 20 de janeiro de 2007 contra o Liverpool, usando sempre um "capacete" protetor na cabeça, o mesmo de Cristian Chivu.

Esses são alguns jogadores que se destacam por suas supertições e particulaidades que só um esporte apaixonante como futebol é capaz de proporcionar.

1 comentários:

Skeeter?X disse...

Muito legal!! Me lembro do Sacolé, na verdade não há como não se lembrar dele, rsrs.